Leishmaniose em Cães: Prevenção, Sintomas e Cuidados Essenciais

2023-12-29

Cães
Leishmaniose em Cães: Prevenção, Sintomas e Cuidados Essenciais

A leishmaniose é uma doença parasitária transmitida por insetos que pode afetar cães.

Embora seja mais prevalente em áreas endêmicas, é importante que todos os tutores estejam cientes dos riscos, sintomas e medidas preventivas.

Riscos e Transmissão:

A leishmaniose é causada pelo parasita Leishmania, que é transmitido aos cães através da picada de um mosquito infectado do género Phlebotomus. Esses mosquitos são mais ativos ao amanhecer e ao anoitecer, portanto, evitar que o cão saia durante esses períodos pode ajudar a reduzir o risco de exposição.

Sintomas da Leishmaniose em Cães:

Os sintomas da leishmaniose variam, mas podem incluir:

  • Perda de peso
  • Lesões na pele
  • Crescimento anormal das unhas
  • Letargia
  • Aumento dos gânglios linfáticos
  • Problemas renais

Prevenção e Controlo:

A prevenção é a melhor forma de proteger o seu cão da leishmaniose. As seguintes medidas podem ajudar a reduzir o risco de infecção:

Utilizar repelentes específicos para cães

Colocar uma coleira repelente

Manter o cão dentro de casa durante os períodos de maior atividade dos mosquitos

Diagnóstico e Tratamento:

A leishmaniose pode ser diagnosticada através de exames de sangue e urina. O tratamento é desafiador e geralmente envolve o uso de medicamentos específicos. É importante seguir rigorosamente as orientações do veterinário.

Cuidados a Longo Prazo:

Mesmo após o tratamento, é essencial monitorar regularmente a saúde do cão, especialmente em áreas onde a leishmaniose é endêmica. Consultas veterinárias regulares são fundamentais para avaliar o estado de saúde do cão e detetar qualquer sinal de recorrência.

Conscientização e Envolvimento do Tutor:

Tutores desempenham um papel crucial na prevenção da leishmaniose. A consciencialização sobre a importância da prevenção, a observação atenta de sintomas e o envolvimento proativo na saúde do cão são fundamentais para garantir uma vida longa e saudável para o animal de estimação.

Importante e a Reter….

  • Converse com o seu veterinário sobre as melhores formas de proteger o seu cão da leishmaniose.
  • Esteja atento a quaisquer alterações no comportamento ou saúde do seu cão.
  • Leve o seu cão para consultas veterinárias regulares.
VOLTAR

Newsletter

Pretendo ser informado(a) por e-mail das vossas novidades

* Campo obrigatório

Franchising

Lowcost Veterinários - Franchising oferece um abrangente programa de apoio e formação aos seus franchisados para ajudá-los a estabelecer e gerir com sucesso as suas clínicas veterinárias. 

Mais Informação